A equipe do CENPRE mantém a preocupação com a qualidade do acolhimento e realiza reuniões e estudos de caso para aprimorar o atendimento à população. Todas as pessoas que procuram o CENPRE, com ou sem encaminhamento, usuários do SUS e de convênios ou particulares, residentes ou não em Rio Grande, são acolhidos pela equipe. 

Profissionais e estagiários se reuniram na última terça-feira, 17/07/2018, para iniciar a revisão da ficha de acolhimento, instrumento que é utilizado pela equipe para cadastrar e coletar dados relacionados ao acompanhamento e evolução do paciente. Na ocasião, foi discutida a importância do acolhimento das pessoas que procuram o CENPRE, pois esse tema tem especial importância para a equipe e para o público.

O acolhimento é uma ação de aproximação e de escuta, um "estar com" e um "estar perto de", uma atitude de inclusão e um compromisso com o reconhecimento do outro, acolhendo as diferenças, as dores, as alegrias, os modos de viver e sentir a vida. O acolhimento é um compromisso coletivo de se envolver, um modo de produzir saúde, de construir vínculos e de buscar a garantia de acesso com responsabilidade e resolutividade (Brasil, 2010).

 

Referência: Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Núcleo Técnico da Política Nacional de Humanização. Acolhimento nas práticas de produção de Saúde. 2.ed. 5.reimp. Brasília: Ministério da Saúde, 2010.

 

 

O consultor terapêutico Fernando Senna e a enfermeira Seiko, representando o CENPRE, participaram do III Encontro da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS Regional), ocorrido em 19 de julho de 2018. Durante o evento, a médica coordenadora da Unidade Cuidativa da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Pelotas, Dra. Julieta Carriconde Fripp, dialogou sobre cuidados paliativos no contexto da rede de atenção à saúde. A Promotora de Justiça de Pelotas, Rosely de Azevedo Lopes, falou sobre a fragilidade da rede de atenção à saúde e sobre a necessidade primária de educação, prevenção e integração, principalmente entre os setores da saúde e da assistência social. E o Professor da Universidade Católica de Pelotas, Dr. Renato da Silva Della Vechia, discutiu questões relacionadas aos movimentos sociais e à macropolítica. No turno da tarde foi realizado um estudo de caso para iniciar o debate sobre matriciamento em saúde mental na RAPS.

 

 

As enfermeiras do CENPRE, Maria da Penha e Seiko, participaram da reunião do Instituto de Ciências Biológicas (ICB) em 28 de junho de 2018. A reunião ocorreu no campus Carreiros e teve como pauta a discussão do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI). Para a construção participativa/coletiva do PDI 2019-2022, foram definidos Grupos de Trabalho (GT). O CENPRE está inserido no GT de Extensão e Cultura e analisará as propostas juntamente com a Diretoria de Extensão (DIEX), Comissão Interna de Avaliação e Planejamento (CIAP) e representantes dos projetos e programas de extensão. O GT iniciará as discussões em um grupo virtual e a próxima reunião no campus está prevista para 07/08/2018.

O consultor terapêutico Fernando Senna e os bolsistas da Faculdade de Medicina da FURG, João Marcelo e Pedro Henrique, representando a equipe do CENPRE, realizaram capacitação sobre prevenção primária na Ação de Saúde CIPA/SST de Combate ao Tabagismo, Alcoolismo e Drogas Ilícitas (Campanha Antidrogas 2018). O evento foi promovido pela SAGRES Logística Portuária LTDA, em 04 de julho de 2018, na sede administrativa da empresa em Rio Grande.

O CENPRE tem uma parceria com o Centre de Soins, d'Accompagnement et de Prévention en Addictologie (CSAPA), do Centre Hospitalier Sainte-Anne (CHSA), Paris, França. Essa parceria tem como objetivo promover a interlocução e o compartilhamento de experiências por meio do intercâmbio entre profissionais, estudantes e colaboradores das duas instituições. Na última terça-feira, 26 de junho de 2018, o CENPRE recebeu o estudante do Curso de Graduação em Psicologia da FURG, Thiago Oyhenard, para o relato de experiência de sua visita ao CSAPA/CHSA. Thiago esteve em Paris durante o mês de janeiro de 2018, conheceu a estrutura e o funcionamento do CSAPA e participou de diversas atividades na instituição.