O Centro Regional de Estudos, Prevenção e Recuperação de Dependentes Químicos (CENPRE) é um Projeto de Extensão do Instituto de Ciências Biológicas da FURG e por se tratar de uma unidade acadêmica, seguirá o calendário universitário da FURG, permanecendo em recesso de 24/12/2018 a 02/01/2019. Nesse período o CENPRE estará fechado e retomará os atendimentos a partir do dia 03/01/2019. Agradecemos a compreensão.

 

ÁLCOOL: CONCEITO E HISTÓRICO

Álcool, é um líquido incolor, volátil, com odor característico, obtido através da fermentação de uma solução que contenha açúcar. O álcool etílico ou etanol, encontrado em todas as bebidas com teor alcoólico, é uma droga psicotrópica, lícita, que satisfaz temporariamente uma necessidade de euforia, proporcionando um alívio temporário de tensões psicológicas ou físicas.

Alcoolismo é uma síndrome da dependência (conjunto de sintomas) conseqüente ao uso excessivo e prolongado do etanol, caracterizada por evolução típica e sequelas específicas.

As bebidas alcoólicas têm sido usadas desde o início da civilização humana, constando da história dos mais variados povos. Sabe-se, no entanto, que as bebidas mais antigas, são a cerveja e o vinho, que possuiam conteúdo alcoólico relativamente baixo. Na Idade Média, os Árabes introduziram na Europa a técnica da destilação, ao mesmo tempo em que disseminava-se, naquele ambiente cultural, a crença de que o álcool era o remédio para todos os males. Hoje, sabe-se que o uso terapêutico do álcool é muito reduzido, enquanto que seu uso social é imenso.

 

TIPOS DE ÁLCOOIS

Álcool etílico ou etanol:

Encontrado em todas as bebidas.

Álcool metílico ou álcool de madeira ou metanol:

Usado como solvente.

Álcool isopropílico:

Usado como antiséptico externo.

Glicerina (triálcool):

Usado na fabricação de sabonetes, medicamentos, tintas, explosivos, etc.

 

UTILIZAÇÃO COMERCIAL

Os álcoois, em geral, são utilizados comercialmente como combustíveis, solventes, na limpeza doméstica e como componentes nas bebidas alcoólicas.

 

CLASSIFICAÇÃO DAS BEBIDAS QUANTO AO TEOR ALCOÓLICO (%)

Fermentadas: Produzidas a partir de grãos e frutas.

Ex: cerveja ( 3-9%)

Vinho ( 12%)

Vinho encorpado ( 20%)

Destiladas: Resultantes da destilação de bebidas fermentadas.

Ex: uísque ( 40-50%)

Conhaque (45-55%) e aguardentes (48%).

Compostas: Resultantes da combinação entre bebida fermentada e destilada, contendo substâncias aromáticas.

Ex: Gin (48%)

As impurezas das substâncias aromáticas contribuem para o aparecimento da ressaca.

 

UTILIZAÇÃO MÉDICA

O álcool etílico e isopropílico são usados como antissépticos externos.

A glicerina é usada em medicamentos.

 

CONSUMO DO ÁLCOOL PELA POPULAÇÃO

A ONU considera o alcoolismo como a doença de maior extensão no mundo. Segundo estatística das Associações dos Alcoólicos Anônimos (AAA), o álcool é o responsável por 54% dos acidentes de trânsito no país, 51% dos acidentes do trabalho, 20% dos pedidos de divórcio, 60% das ocorrências policiais, e é a 3ª causa de aposentadoria por invalidez, enquanto 80% dos meninos de rua têm pais alcoolistas. Segundo dados recentes (1991), há 12 milhões de brasileiros dependentes do álcool.