O Centro Regional de Estudos, Prevenção e Recuperação de Dependentes Químicos (CENPRE) é um Projeto de Extensão do Instituto de Ciências Biológicas da FURG e por se tratar de uma unidade acadêmica, seguirá o calendário universitário da FURG, permanecendo em recesso de 24/12/2018 a 02/01/2019. Nesse período o CENPRE estará fechado e retomará os atendimentos a partir do dia 03/01/2019. Agradecemos a compreensão.

 

Efeitos no organismo

Ao chegar na corrente sangüínea, a maconha passa por todos os tecidos do organismo. As sensações experimentadas variam com o teor de Delta 9THC das preparações (que varia de acordo com a parte da planta utilizada e o modo como são preparadas), via de introdução e absorção do Delta 9THC. Os efeitos variam muito de indivíduo para indivíduo e dependem da personalidade e mesmo do grau de experiência do indivíduo no uso da droga.
A curto prazo, os efeitos comportamentais típicos são:
-período inicial de euforia (sensação de bem-estar e felicidade, seguido de relaxamento e sonolência).
-quando em grupo, ocorrem risos espontâneos (risos e gritos imoderados como reação a um estímulo verbal qualquer).
-perda da definição de tempo e espaço: o tempo passa mais lentamente (um minuto pode parecer uma hora ou mais), e as distâncias são calculadas muito maiores do que realmente são (um túnel de 10 metros de comprimento, pôr exemplo pode parecer ter 50 ou 100 metros). -coordenação motora diminuída: perda do equilíbrio e estabilidade postular.
-alteração da memória recente.
-falha nas funções intelectuais e cognitivas.
.maior fluxo de idéias
.pensamento mais rápido que a capacidade de falar, dificultando a comunicação oral, a concentração, o aprendizado e o desenvolvimento intelectual.
.idéias confusas.
-aumento da freqüência cardíaca (taquicardia).
-hiperemia das conjuntivas (olhos vermelhos).
-aumento do apetite (especialmente por doces) com secura na boca e garganta.
Doses mais altas de Delta 9 THC podem levar a:
-alucinações, ilusões e paranóias.
-pensamentos confusos e desorganizados.
-despersonalização.
-ansiedade e angústia que podem levar ao pânico.
-sensação de extremidades pesadas.
-medo da morte.
-incapacidade para o ato sexual (até impotência).
A longo prazo, a extensão dos danos, bem caracterizados, se restringem ao sistema pulmonar e cardiovascular.


Sistema pulmonar:

-maior risco de desenvolver câncer de pulmão.

-diminuição das defesas, facilitando infecções.

-dor de garganta e tosse crônica.


sistema cardiovascular:

-aumenta os riscos de isquemia cardíaca.

-percepção do batimento cardíaco.

Obs: A mulher que amamenta passa as toxinas da droga para a criança através do leite materno.