O consumo de álcool e tabaco aumentou durante o isolamento social. Segundo a pesquisa realizada pela Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ), a ConVid (Pesquisa de comportamentos), divulgada em maio/2020, 18% dos entrevistados relataram ter consumido mais álcool durante o período de isolamento. O consumo de tabaco também aumentou durante a pandemia, de acordo com uma pesquisa realizada pelo curso de Fisioterapia da UNOESTE, em parceria com a Medicina Guarujá. Entre aqueles que fumam, 46% referiram ter fumado mais nesse período. Segundo Renata Brasil Araújo, psicóloga e presidente da ABEAD (Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas), as pessoas buscam essas substâncias para aliviar os sentimentos de ansiedade, tédio e depressão que surgem nesta fase de inseguranças. Outro fato relevante é o aumento dos casos de violência doméstica. Dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) apontam um crescimento de quase 45% nos atendimentos às mulheres vítimas de violência durante a pandemia. Leia mais em: clique aqui.

___________________________________________________________________________________________