O Centro Regional de Estudos, Prevenção e Recuperação de Dependentes Químicos (CENPRE) é um Projeto de Extensão do Instituto de Ciências Biológicas da FURG e por se tratar de uma unidade acadêmica, seguirá o calendário universitário da FURG, permanecendo em recesso de 24/12/2018 a 02/01/2019. Nesse período o CENPRE estará fechado e retomará os atendimentos a partir do dia 03/01/2019. Agradecemos a compreensão.

 

Foi assim que começou. Era um grupo de professores e técnicos do Departamento de Ciências Fisiológicas da Universidade Federal do Rio Grande – FURG que, preocupados com os problemas relacionados com drogas, começaram a estudar e planejar uma forma de tratar o assunto. Como as armas que possuíam era a educação, criaram o “Programa Educativo e Preventivo sobre Drogas”. A iniciativa deu certo. O grupo cresceu, multiplicou-se e tornou-se multidisciplinar. As intervenções que eram planejadas para o Município do Rio Grande, logo atingiram a vizinha cidade de São José do Norte, mais tarde Santa Vitória do Palmar, Chuí, Pelotas a metade sul do Rio Grande do Sul, os países Vizinhos, Uruguai e Argentina. O reconhecimento logo foi Estadual, Nacional e Internacional. Vieram os financiamentos para o projeto do Conselho Estadual de Políticas sobre Drogas (CONEN/RS), Secretarias, Ministério da Educação, Ministério da Justiça, através da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (SENAD), da Embaixada Americana no Brasil, da Organização dos Estados Americanos e outros. Em paralelo o Projeto foi reconhecido pela sua capacidade técnica, e, como CENPRE, tornou-se um Centro de Referência em Formação de Recursos Humanos (CRR) na área de dependência química da SENAD. Mantém um Curso de Especialização na área e oferece diversos cursos de extensão universitária. Trata, ambulatorialmente, dependentes químicos e seus familiares, recebe estagiários e desenvolve pesquisa epidemiológica. Neste dia 20 de agosto comemora 29 anos de muito trabalho e ardente paciência para vencer as dificuldades de se manter atualizado e uma referência para a comunidade. Atualmente, com o grupo técnico renovado, capaz e produtivo, deverá avançar por, no mínimo, mais vinte nove anos e, como já foi escrito em outra oportunidade, deve ser repetido...

 

  Aos integrantes da atual equipe técnica do “CENPRE”, devemos lembrar que já fazem parte de uma grande história que iniciamos a contar de um Centro cujo homófono de sua sigla é “sempre” que significa - “em todo o tempo” – “sem cessar” – ou seja, que não deverá ter mais fim, e isso é responsabilidade de todos.