Comunicação Institucional

A comunicação dos órgãos federais sofrerá alterações durante o período eleitoral no Brasil. Desde o dia 7 de julho de 2018, os canais de comunicação da FURG, bem como das demais Instituições Federais de Ensino Superior, seguirão determinadas diretrizes na divulgação de conteúdos. A medida se estende até 7 de outubro de 2018, data do primeiro turno, ou até 28 de outubro de 2018 caso a disputa siga ao segundo turno. As restrições irão afetar o portal da FURG, os sites dos campi e todas as demais páginas institucionais da universidade e se aplicam aos conteúdos veiculados, independentemente do meio pelo qual se realizam. E-mails institucionais também são considerados nas medidas previstas para o período eleitoral. Segundo as diretrizes, a comunicação exercida pelos órgãos de governo deverá, no período eleitoral, priorizar conteúdos estritamente informativos ou de interesse do cidadão vinculadas à prestação de serviços públicos. Ficam assim vedadas as publicações que contenham nomes, símbolos ou imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridades ou servidores públicos, assim como conteúdos ou análises com juízo de valor sobre ações, políticas públicas e programas sociais e comparações entre gestões de governo.

No último dia 15 de dezembro, encerraram-se as atividades do curso de Especialização em Abordagem Multidisciplinar da Dependência Química, oferecido pelo Instituto de Ciência Biológicas - ICB e em parceria com os Institutos de Ciências Humanas e da Informação – ICHI, Instituto de Educação – IE, Instituto de Oceanografia – IO, Escola de Enfermagem e Faculdade de Medicina. Esse ano, formaram-se 17 novos especialistas.

Concluíram o curso os psicólogos Isabel Cristina Furtado Silveira, Jeane da Costa Dutra, Luciane Pereira Dezotti, Mônica Cardoso Reguffe, Sandra Margot dos Santos Alquati, Sara Silva Fernandes; os enfermeiros Adriane Domingues Eslabão, Bruna Rodrigues da Luz, Rúbia Gabriela Fernandes Salgado, Vinicius Marques; os assistentes sociais Cintia Correa Mendes, Liziane Furtado Duarte; o biólogo Leonardo Carneiro Estima; a pedagoga Carla Rejane de Oliveira Farias; a toxicologista ambiental Fernanda Souza Mendonça; a advogada Michele Lucas de Castro; e o bacharel em conservação e restauro Adriano Konrath.

As alterações efetuadas para esta finalizada 6ª edição foram recebidas com satisfação, atestada pela avaliação que os participantes realizaram ao térmico do curso.

Os professores do curso reuniram-se na manhã do mesmo dia 15 de dezembro e por unanimidade optaram por oferecer novamente o curso no ano de 2018. O Edital pode ser encontrado no site www.siposg.fugr.br.

Na foto, o momento da apresentação das vivências práticas nos diferentes cenários escolhidos pelos acadêmicos no encerramento do ano letivo.